2 de maio de 2013

Resenha: Capitães da Areia - Jorge Amado

Título: Capitães da Areia
Autor: Jorge Amado
Editora: Companhia das Letras
Narrativa:    
Capa:    
Classificação geral:     

A história crua, comovente, dos meninos pobres que moram num trapiche abandonado e vivem de pequenos furtos e golpes, aterrorizando a cidade de Salvador. Jorge Amado retrata as pequenas criaturas como seres dotados de energia, inteligência e vontade, ainda que cerceados pelas condições hostis em que estão inseridos. Do valente líder Pedro Bala, ao carola Pirulito; do sensato Professor, ao sedutor Gato. Entre o mar e a cidade, batendo carteiras, praticando golpes engenhosos, realizando pequenos furtos, descobrindo o amor das mulheres (e de outros homens), os Capitães da Areia crescem e se tornam homens ao longo deste autêntico romance de formação.

Os capitães da areia é o grupo que é temido por todos os cantos da cidade de Salvador. Em todo o momento, vemos mais uma confusão que o bando de garotos aprontam. Roubando coisas, brigando muito, fugindo da sociedade...
O leitor acompanha a história do grupo, com seus principais personagens: o líder, o corajoso e habilidoso Pedro Bala! Não há ninguém no grupo que não respeite seu destemido líder. O aprendiz de cafetão Gato, que desde cedo sempre gostou de uma mulher. Pirulito, o único que reza todas as noites para acabar com seus pecados, e tem vocação para ser padre. E Professor, o único que sabe ler do grupo, um artista que adora desenhar e ler.
O livro conta a vida dos temidos Capitães, que são formados por mais de cem crianças! Eles vivem do seu jeito, roubando aqui e ali. A maioria do grupo nunca teve contato com o carinho de um pai ou de uma mãe, e na história nós vemos o que isso pode resultar: amargura, ódio, vingança...


Nunca pensei que um livro de escola, um clássico, poderia ser bom.

O leitor vive cada página virada com os meninos no trapiche. Fugas, roubos, brigas, tudo está bem perto de quem está lendo. E por isso que o livro é tão emocionante e tocante, porque nós conseguimos sentir o que os meninos abandonados sentem. E é triste. É triste saber da rotina perigosa e miserável de crianças de rua, e apesar de ter se passado muitos anos desde que o livro foi lançado, a realidade da obra continua a mesma.

A narrativa de Jorge Amado é boa. Eu realmente pensava que ele faria uso de palavras difíceis, que dificultariam a leitura. Mas, mal sabia eu que ao começar a ler, veria uma narrativa fácil e intrigante, felizmente. A minha crítica é que, não sei se é pela época, mas o autor repetia muito a sua ideia em um parágrafo só. Ele colocava por exemplo a frase "eram só crianças.." umas dez vezes, em um único parágrafo, algumas vezes de maneiras diferentes, mas mesmo assim, isso tornou-se um pouco cansativo em alguns momentos.

O livro faz refletir sobre muita coisa que está acontecendo atualmente. Depois que terminei, refleti um pouco, concordando que todos os problemas abordados no livro continuam no mundo atual. A miséria, a pobreza e a falta de liberdade, por exemplo. E apesar de fazerem coisas que apenas homens faziam na época, sendo considerados maduros e temidos, eram, realmente, só crianças.

Normalmente, não gosto de livros de escola. O fato de ser pressionada a ler um livro me deixa sem vontade de ler. Fiquei surpresa ao perceber que adorei a obra. Apesar de tudo, Jorge Amado fez um clássico que é quase obrigatório para os brasileiros, pois esta realidade está imposta em todos os lugares.

Foi muito bom também, ver os personagens em lugares que eu conheço. Como o Campo Grande, e o bairro da Barra, locais importantes de Salvador que são citados no livro.

Eu recomendo para quem quer refletir mais sobre o mundo que vive. Porque, prepare-se, você vai aprender muito com as crianças abandonadas do trapiche.

Beijos,
Juli.

Um comentário:

  1. Concordo, Juli. Nunca pensei que fosse gostar de um livro que a escola passou, mas me surpreendi com esse. Como você disse, não me sinto confortável sendo obrigada a ler algo, por isso demorei tanto de ler esse livro (você bem sabe) mas no final valeu a pena :)

    Kisses on your heart,
    Letícia <3
    http://coracaodeescritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Fique à vontade para comentar!
Adoro o contato com os seguidores do Blog! =D
Mas lembre-se: Mensagens preconceituosas, com propagandas, ofensas, e afins, serão DELETADAS.