12 de fevereiro de 2013

Resenha: A Seleção - Kiera Cass

Título: A Seleção
Título original: The Selection
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte/Cia. das Letras
357 páginas
Capa:  
Narrativa: 
Classificação geral: 


Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria apenas ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto. Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que o príncipe escolherá sua futura esposa. Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesma...


No futuro, os Estados Unidos formou um acordo com a China e juntos formaram o Estado Americano da China, posteriormente chamado de Illéa. Nesta distopia, a monarquia está de volta e a sociedade é dividida em castas. Sendo dos Um, a família real, até os Oito, os miseráveis, mendigos.

America Singer é da casta Cinco, uma artista. Por estar perto dos moradores de rua, sua família passa fome muita vezes no ano. Mas, finalmente um "milagre" chegou na família, uma carta convocando America para A Seleção. 
O reality show consiste em trinta e cinco selecionadas que vão para o palácio residir por um determinado período com a família real, para que apenas uma consiga fisgar o coração do príncipe.

A garota escolhida não vai apenas ganhar a coroa, sua família será remunerada a cada semana que ela permanecer dentro do palácio. Por isso que esta seria a solução para todos os problemas da família Singer, a não ser que tivesse um empecilho: America.

A ruiva não quer nem tentar ser Um. O problema é que existe uma pessoa, Aspen, mais detalhadamente. Os dois se amam, e por isso, ela não quer saber do reality show.

Mas, seu namorado é um Seis, o que quer dizer que ele está uma casta abaixo dela, sempre se preocupando com a comida, tentando ganhar dinheiro... A vida de um Seis é muito difícil. E como raramente uma mulher se casava com alguém de uma casta abaixo, o romance deles é secreto.

Porém, Aspen insiste que ela pelo menos tente participar da Seleção, pois não suportaria as hipóteses da vida que ela poderia ter. Portanto, para agradar a todos, ela finalmente preenche o formulário, pensando que nunca seria convocada.

Mas como ela estava enganada...


Não queria ser da realeza. Não queria ser Um. Não queria nem tentar.

O que dizer do livro que me prendeu do começo ao fim? Que desde os primeiros capítulos eu já sabia que iria amar? *-*
A Seleção com certeza entrou para a minha lista de livros favoritos do ano.

É previsível? Sim! Mas, quem disse que é ruim? Mais uma autora que entrou no mundo das distopias, mas desta vez com um diferencial. Esqueçam o foco no governo, agora é o romance que está sobre os holofotes. Foi minha primeira experiência com um livro desta maneira e eu adorei! Amo livros com um bom romance, mas também adoro distopias, então juntar os dois foi a melhor coisa que já criaram! rsrs

A narrativa é leve e flui rapidamente, sendo narrada em primeira pessoa o que facilita bastante. Mas confesso que fiquei com uma vontade enorme de saber o lado do príncipe (ainda bem que a Kiera Cass já cuidou disso *--*). Quando você começa a leitura do livro, não para mais! Extremamente viciante!

O que achei ótimo foi que a autora conseguiu me fazer interagir com o livro. Ou seja, todas as minhas emoções estava a flor da pele, eu estava vidrada na história querendo saber mais e mais. Raiva, alegria, emoção, angústia.. tudo junto! rsrs

A personagem principal é bem cabeça dura, mas é uma boa pessoa. Houve muitas vezes em que America me deixou nervosa pelas atitudes que ela tomava, mas acabava perdoando ela.
E Maxon? Gente! Muito amor <3 Cavalheiro, lindo, príncipe, lindo, gentil, lindo, diferente... já falei que ele é lindo? hahaha Fiquei suspirando a cada página virada! #TeamMaxon!

Tudo bem, tudo bem, eu confesso, no começo, achei que seria #TeamAspen, porque ele é muito fofo, lindo, gentil, mas é orgulhoso demais. Foi então que chegou Maxon e eu deixei Aspen hahaha '-'

Apesar de todos os elogios, não posso deixar passar que as comparações com a trilogia Jogos Vorazes é inevitável. A todo o momento eu comparava as situações, A Seleção em si, tudo! Temos que concordar que a ideia não é tão original, a autora apenas mudou algumas partes e focou o assunto no romance. Porém, Kiera me conquistou com sua escrita maravilhosa e com uma história, ainda assim, arrebatadora.

Com um final avassalador, onde a ansiedade é a emoção principal (Chega logo "The Elite"!), A Seleção é super recomendado pela minha pessoa.

Beijos,

Ju.

6 comentários:

  1. Eu adorei este livro, por enquanto, é o meu favorito do ano.
    http://leituramagnifica.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Nossa flor! Amei essa história, estou procurando novos romances e gostei muito desse, parece fofo, e que capa linda! Adorei sua resenha flor, bjos. :)

    ResponderExcluir
  3. Eu estou sentindo tanta falta de ler um livro assim... que prenda minha atenção desde as primeiras páginas... Últimamente eu só tenho tocado em livros que, apesar das ótimas resenhas, pra mim eles se arrastam... Estou até com medo de depositar altas expectativas em outras histórias antes de ler, haha.
    Linda sua resenha. Não vejo a hora de ler A Seleção. Tomara que ele me prenda assim como prendeu você.

    http://valvula-de-e5cape.blogspot.com.br | @valvuladee5cape

    ResponderExcluir
  4. Oi Ju!
    Ganhei esse livro há pouco tempo, mas ainda não li. Tô bem ansiosa, pq ele parece ser uma delícia de leitura! Já vi várias resenhas positivas e acho que vou gostar bastante!
    deu pra perceber o quanto vc gostou do livro, ficou bem legal sua resenha! Parabéns!
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Essa capa me tenta desde o laçamentos. Na lista pra a compra e troçado pra ser logo no fim desse mês junto com outro.
    Aii comecei a resenha achando que era Team Aspen e terminei balançada pelo Maxon, rsrsrsrsrs.
    Vamos ler pra vê qual vai ganhar meu coração.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  6. Amei o livro, o peguei por um acaso numa livraria e comecei a ler, não é do tipo que me atraía, porém a capa me chamou bastante a atenção, sendo o real motivo de eu começar à desbravar. Bem, peguei o livro na mão de minha prima e o devorei em 2 dias e meio e agora estou morrendo de vontade de conhecer A Elite...
    Beijos!

    ResponderExcluir

Fique à vontade para comentar!
Adoro o contato com os seguidores do Blog! =D
Mas lembre-se: Mensagens preconceituosas, com propagandas, ofensas, e afins, serão DELETADAS.