20 de outubro de 2012

Resenha: Louras Zumbis



Título: Louras Zumbis 
Título Original: Zombie Blondes
Ano: 2010
240 páginas
Autor: Brian James
Editora: Galera Record
Capa: 6/5
Narrativa: 3/5
Classificação geral: 2/5
Comprar: Buscapé

Louras Zumbis
Hannah está acostumada com as mudanças de cidade do pai. Está acostumada mas não que ela esteja feliz por essas mudanças. A cada cidade nova é o mesmo ritual para adaptação no colégio. Identificação dos grupinhos: diferenciando os excluídos dos populares. Quando Hannah chega em Maplecrest, não é difícil notar quem são as garotas populares. Lindas e louras, arrastando olhares por onde passam.
Hannah é alertada desde o ínicio por Lukas, que as garotas do “Esquadrão da Morte” não são nada normais. E que é óbvio que Hannah vai acabar se tornando uma delas. Ela não dá ouvidos a Lukas e diz que isso é fruto da imaginação dele e seus gibis de fantasia.
Até ela realmente saber a verdade. Mas será que o tempo não vai ter se esgotado?
Eu simplesmente AMEI essa capa! É muito linda! Fiquei apaixonada pela capa na livraria, e ainda melhor: estava com um preço ótimo, então não resisti e tive que levar! Mas, como me decepcionei :(
Hannah já está acostuma a fugir dos problemas. Sempre quando as coisas ficam ruins ela e seu pai fogem e vão para alguma cidadezinha pouco conhecida. Mas, ela não gosta disso. Afinal, quem gostaria de sempre deixar os amigos, quando finalmente está enturmada?
A cidade da vez é Maplecrest, um lugar parado no tempo. Hannah já fica amiga do garoto excluído, Lukas. Ele acredita que há um motivo de a cidade inteira estar em um tipo de transe. Sem falar que as animadoras de torcida são lindas, populares, loiras (ok, clichê), mas com olhos vidrados, e parecem ser zumbis.
O que esperar de uma cidade assim? Pelo que Lukas diz ela está cheia de zumbis. Hannah não acredita nas teorias de Lukas, mas não pode discordar que há alguma coisa extremamente estranha em Maplecrest.

Opinião:
Tava esperando que fosse um livro com bastante ação e mistério. Mas é um tanto quanto ridículo.

Vamos começar dizendo que os zumbis desta história são uma espécie de beleza em pessoa. Neste livro, eles não comem cérebros, não andam com os membros se soltando, não são verdes e asquerosos, nada disso. São lindos, extremamente fortes, com uma energia que nunca acaba, e bebem o sangue das pessoas para continuarem jovens. É, lembra mesmo um pouco os vampiros. Brian James fez um tipo patético de zumbi.

O começo tem aquelas ladainhas entre Hannah e Lukas: "A cidade é cheia de zumbis" "Ah, mas eu não acredito!" "A cidade é cheia de zumbis" "Ah, mas eu não acredito!"....Toda hora eles tinham uma conversa assim e ficou muito repetitivo. Foi também por esse motivo que eu demorei tanto de ler. Cansativo demais!

Mesmo com todos os avisos de Lukas, Hannah ainda quer ser uma animadora de torcida, mas continua mentindo para o seu amigo, dizendo que na verdade não quer nada com aquelas louras. A 'garota nova' quer pelo menos uma vez na vida ser notada, ser admirada.

Quando a história está 'andando' bem, tudo fica repetitivo, de novo. Lukas começa a falar que Hannah não pode ser amiga delas, já que são zumbis. E Hannah acha que seu amigo tem algum tipo de problema na cabeça para pensar assim. #boring

O pior é que o leitor fica ansioso para que o momento de confronto chegue logo, e quando acontece: decepção total!
Toda a luta é sem sentido algum. Sem falar que o Lukas sabe de um monte de coisas sobre zumbis. Agora, adivinhe onde que ele aprendeu todas essas coisas? Nos quadrinhos. Me poupe. Não me convenci nem um pouquinho.

Achei o livro muito forçado, sem história, e até meio estúpido. Teve algumas partes que eu lia e não acreditava em tanta futilidade.

Só não dei 1/5 porque eu estava torcendo por um romance de Hannah com Lucas, ou ela e um jogador de futebol. Eu achei bonitinho as partes que tinham um certo romance.

E o final? Como eu disse ai em cima, a hora do confronto é péssima. E para melhorar não existe desfecho. Tudo bem, as vezes eu até gosto de livros sem desfechos, pois o leitor consegue imaginar da maneira dele como terminou. Porém, neste livro, o final é muito ruim. Depois que tudo acabou, Hannah ainda tem que enfrentar mais um problema, que é deixado no ar.

Não gostei. Mas, confesso que o livro é ótimo para deixar sua estante linda! Só isso.

Não se esqueçam de comentar!

Beijos,

Juliana.

4 comentários:

  1. Nossa, é tão chato quando a gente se decepciona dessa meneira. A capa é mesmo linda, mas a historia... se drácula se revira no túmulo, por causa do brilho de Edward, o que dizer dos ancestrais dos zumbis, com relação a esta história, hein?!

    http://valvula-de-e5cape.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Concordo com a sua opinião. É horrível quando é esperado tanto de um livro e ele, na verdade, não é como você achava.
    Hahahahaha adorei!
    Também acho.. os zumbis devem estar planejando algum ataque surpresa contra Brian James. HAHA!

    ResponderExcluir
  3. Eu só não destestei o livro, por que ele tem bem um clima de filme de terror b trash, e eu gosto disso.
    Mas, eu esperava muito mais do livro, no geral ficou muito fraco, e o final que ódio eu queria saber se era verdade ou não. Eu preferia que ela tivesse ficado com o Lukas, pq aquela ladainha com o Greg foi o que eu menos gostei.

    bjks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas então. Eu esperava muito mais do livro.. que se revelou muito pobre de história.
      Eu fiquei muito chocada com o final do livro.. fiquei pasma de tão besta que foi. :S
      O livro é tão previsível.. não gosto disso!
      Também queria que ela ficasse com Lukas!

      Bjs :**

      Excluir

Fique à vontade para comentar!
Adoro o contato com os seguidores do Blog! =D
Mas lembre-se: Mensagens preconceituosas, com propagandas, ofensas, e afins, serão DELETADAS.